Atenção! Há por aí uma aplicação falsa do e-fatura

A história é contada pelo jornal Público e dá conta da existência de uma aplicação para telemóveis parecida com o E-Fatura, mas que não é um projeto da autoridade tributária.

"Chama-se eFatura, mas não é o E-Fatura", conta o jornal Público

É uma aplicação para telemóveis, facilmente confundível com o sistema E-Fatura da Autoridade Tributária, mas não é uma tecnologia programada por esta entidade, embora possibilite aos contribuintes gerir nos seus telemóveis a conta do portal do E-Factura.

Diz o jornal que a app permite fazer um sem número de tarefas: "desde validar as faturas emitidas com o número de contribuinte, a consultar estatísticas detalhadas das despesas, passando por uma funcionalidade que permite ver num mapa o local onde se comprou um produto e acompanhar o valor do benefício já acumulado para o IRS".

E o que diz o Fisco? A autoridade tributária diz-se "alheia à criação e desenvolvimento" da app e refere que "em tempo oportuno, comunicou esse facto às autoridades competentes". Por ser uma aplicação não oficial, a Comissão Nacional de Proteção de Dados também recomenda que os contribuintes ponderem se a querem utilizar.