Mercedes CLA Shooting Brake: Espírito sedutor

Com um design jovem e atlético, o novo CLA Shooting Brake da Mercedes-Benz destaca-se pela aposta na tecnologia, cada vez mais evidente nos modelos da marca. O pacote básico de equipamento é muito completo e integra o já famoso sistema MBUX que nos põe a falar com a Mercedes para accionar alguns dos sistemas disponíveis a bordo. (com vídeo)

A nível estético, a nova CLA Shooting Brake apresenta-se ainda mais sedutora do que a sua antecessora. A nova grelha frontal, o desenho do capot e das ópticas dão-lhe uma face estilizada, que se prolonga pela lateral, através de detalhes como a ausência de molduras nas portas e da curvatura suave do tejadilho. O portão traseiro (elétrico) abarca agora parte dos farolins, enquanto a chapa de matrícula deixa de fazer parte deste conjunto, sendo remetida para o redesenhado pára-choques.

Lá dentro tudo é diferente. Ou melhor dizendo: É tudo novo. Sim, porque como garantem os responsáveis da Mercedes-Benz, este não é um simples restiling. Tal como na versão coupé, o CLA apresenta-se completamente novo, embora herdando algumas referências, claro, da geração anterior.

À qualidade de construção, dos materiais e revestimentos e interiores, junta-se agora um pacote de tecnologia patente em dois ecrãs de 12,3'', sendo que o monitor central é accionado de forma tátil ou pelo Touchpad ergonomicamente implantado na consola.

A partir de aqui, com as palavras mágicas "Olá Mercedes!" - se dissermos apenas Mercedes ela também responde - temos conversa garantida com um sistema inteligente que corresponde aos nossos pedidos para ligar a climatização e escolher a respetiva temperatura, para mudar a estação de rádio, escolher o destino da viagem no sistema de navegação, procurar um restaurante, um hotel ou saber o estado do tempo, entre muitas outras coisas.

Ainda no interior, resta dizer que o formato dos bancos permite conforto pleno e excelente posição de condução, sendo que o espaço para passageiros, não sendo referência no segmento, é mesmo assim maior do que na versão anterior, uma vez que esta Shooting Brake cresceu 4,8 cm e é 5,3 cm mais larga do que a anterior, beneficiando a habitabilidade e a dimensão da bagageira, com generosos 505 litros de capacidade, 1370 litros com os bancos rebatidos.

Durante a nossa viagem, a bordo do da versão 200 d, 1950 cc, 150 cv, tivemos até ocasião de perguntar ao sistema MBUX opinião sobre marcas concorrentes. As respostas não se fizeram esperar e foram, sem dúvida, esclarecedoras.

A versão que mais utilizámos, 200 d, é a intermédia das motorizações Diesel disponíveis nesta fase de lançamento. Os 150 cv, aliados a um binário máximo de 320 Nm entre as 1400 e as 3200 rpm, são quanto baste para a competência dinâmica evidenciada pelo CLA, e que já havíamos comprovado no coupé.

Resposta para todas as solicitações

Confortável mas muito divertido de conduzir, o 200d garante resposta pronta para todo o tipo de solicitações, mesmo nos modos de condução Eco e Confort, graças também à bem escalonada e eficaz caixa automática de oito velocidades. Os consumos saem beneficiados com a eficiência do conjunto, permitindo médias na casa dos 5,7 l/100 km, não muito longe dos 4,5 l/100 km anunciados pela marca para consumo misto.

A versão 200 d tem um preço base de 45.150€, sendo que a motorização inferior (180 d, de 116 cv), é proposta por 39.300€. Os pacotes de equipamento situam-se entre os 2300€ e os 5900€. A gama Diesel integra ainda o 220d, de 190 cv, por 49.050€.

Quanto às propostas a gasolina são seis. A novidade vai para a introdução da versão 45 S, de 405 cv, por 79.900€, com o 35 de 306 cv a substituir o 250 Sport. Seguem-se os 250 CDi, de 224 cv, 220 CDi de 190 cv, 200 CDi de 163 cv e 180 CDi de 136 cv.

Saiba mais sobre este modelo: