Periferias promove união da cultura lusófona em oito locais do concelho de Sintra

Organizado pelo Chão de Oliva - Centro de Difusão Cultural, o festival Periferias regressou para a sua 9.ª edição, trazendo vários talentos nacionais e internacionais a Sintra. Prolongando-se até ao dia 15 de março, o evento que promove a união lusófona e a descentralização, leva a cultura ainda mais longe, com novos palcos espalhados pelo concelho.

O Periferias direciona-se a públicos de todas as idades e compila, no seu programa de dez dias, vários momentos de teatro, música, dança, exposições, oficinas inclusivas, uma feira do livro, entre outros, que têm lugar em oito locais diferentes do concelho de Sintra. Além dos palcos já conhecidos como Casa de Teatro de Sintra, Casa da Cultura Lívio de Morais, Auditório do Centro Paroquial de Rio de Mouro e o Salão Nobre da Junta de Freguesia Casal de Cambra, este ano, estreiam-se no festival salas de freguesias circundantes como Casarão da Lua, em Almoçageme, e o Auditório Municipal António Silva - AMAS, no Cacém.

Na programação da 9.ª edição destaca-se a continuação do trabalho da obra "Chiquinho", uma coprodução cénica da Companhia de Teatro Fladu Fla, de Cabo Verde, e da Companhia de Teatro de Sintra, o concerto de Silvestre Fonseca, compositor, professor e concertista de guitarra clássica, que irá subir ao palco com amigos das Mornas e da Bossa Nova, a peça de teatro "Lavandaria Europa", uma comédia negra criada a partir de textos de Gonçalo M. Tavares, Miguel Real ou Angélica Liddell, e, ainda, vários espetáculos direcionados ao público mais jovem como a peça de teatro "Os Grandes não têm Grandes Ideias".

A Feira do Livro das Artes Performativas é outras das grandes atrações do festival que, além de promover uma recolha de livros para as bibliotecas Namibe, em Angola, irá apresentar um livro de cariz documental, resultante das várias residências artísticas exploradas pelo "Próximo", criação teatral da Companhia de Teatro de Sintra que retrata as diferentes realidades sociais do concelho. O ator contemporâneo Mário Viegas é, também, homenageado na exposição "Memória Teatral".

"O nosso objetivo com o Periferias sempre foi levar a cultura ao maior número de pessoas possível, pelo que este ano tentámos descentralizar ainda mais o festival, alargando a nossa oferta para Almoçageme ou para o Cacém, onde nos vamos estrear. Anualmente, temos conseguido trazer diversidade aos palcos de Sintra nunca esquecendo a componente social e inclusiva que nos caracteriza. Este ano, não é exceção. Além de termos espetáculos vindos de norte a sul do país, bem como de Angola, Guiné ou Cabo Verde, vamos ter também uma ação de solidariedade para recolher livros para as bibliotecas de Angola e várias oficinas inclusivas que promovem o bem-estar e a integração de todas as comunidades", explica o presidente da Direção do Chão de Oliva, Nuno Correia Pinto.

O preço dos bilhetes dos diversos eventos do Periferias, que decorre entre 27 de fevereiro e a 15 de março, varia entre 1€ e 10€, havendo descontos disponíveis para grupos, jovens, entre outros e estão disponíveis na Ticketline. De referir que alguns dos momentos do programa são de entrada livre. O Periferias foi criado em 2012 pelo centro de difusão cultural Chão de Oliva e conta com o apoio da Câmara Municipal de Sintra.

Espetáculos

Dia 28/02 | Era uma vez... ou lá o que é que é | TEATRO EXTREMO | Horas: 21:30 Onde: Auditório do Centro Paroquial de Rio de Mouro | Duração: 75 min | Classificação: M/6

Dia 29/02 | Lavandaria Europa | ASTA Teatro | Horas: 21:30 Onde: Casa de Teatro de Sintra | Duração: 55 min | Classificação: M/16

Dia 01/03 | Os Grandes não têm Grandes Ideias| Fértil Cultural | Horas: 16:00 Onde: Auditório AMAS - Cacém | Duração: 45 min | Classificação: M/6

Dia 05/03 e 06/03| Refúgio | Teatro e Marionetas de Mandrágora | Horas: 10:00 Onde: Auditório Pequeno - CCOC | Duração: 40 min | Classificação: M/6

Dia 06/03 | Silvestre Fonseca e Amigos | Silvestre Fonseca | Horas: 21:30 Onde: Auditório Pequeno - CCOC| Duração: 90 min | Classificação: M/6

Dia 07/03 | O Relatório da Coisa | Mákina de Cena- Associação Cultural | Horas: 21:30 Onde: Auditório Lívio de Morais - Casa da Cultura de Mira Sintra| Duração: 50 min

Classificação | M/12

Dia 08/03 | Florival - o pequeno pastor | Urze Teatro | Horas: 16:00 Onde: Auditório Pequeno - CCOC | Duração: 50 min | Classificação: M/6

Dia 13/03 | Chiquinho | Fladu Fla /Compª Teatro Sintra | Horas: 21:30 Onde: Casa de Teatro de Sintra | Duração: 50 min | Classificação: M/12

Dia 14/03 | UNO | UNO Sonic - Música e dança Guineense | Horas: 16:00 Onde: Casarão da Lua - Almoçageme | Duração: 70 min | Classificação: M/16

Dia 15/03 | Firmino Roboteiro | Companhia TIC-TAC | Horas: 16:00 Onde: Salão Nobre da Junta Freguesia Casal de Cambra | Duração: 50 min | Classificação: M/16

Atividades

Exposições | Memória Teatral - Homenagem a Mário Viegas e EletroCabaça - Instalação Multimédia

Onde: Mu.Sa | Galeria Municipal | Lab Art

Quando: 27 fev a 15 mar |10:00 > 18:00 - ter > Sex | 12:00 > 18:00 - Sáb e Dom

Feira do Livro | das Artes Performativas

Onde: Largo Afonso Albuquerque

Quando: 28 fev a 15 mar | Quarta a Domingo das 10.00h às 18.30h

Lançamento do livro resultante do "Próximo" | Horas: 18h30

Quando: 12 de março

Oficinas Inclusivas | para escolas

Onde: Espaço formação - MUSA

Oficinas Expressão Plásticas e Corpo

Dia 3 e 5 às 14.30h | Formadora: Joana Andrade

Oficinas de Expressão Musical

Dia 3, 4 e 5 às 10h; dia 4 às 14.30h | Formador: Abel Arez

Lançamento da Programação das Comemorações do Centenário da Maria Almira Medina | Colaboração com Casa das Cenas

Onde: Casa de Teatro de Sintra

Quando: 8 Mar | 18:30

Sobre o Chão de Oliva

Fundado em 1987, o Chão de Oliva - Centro de Difusão Cultural (CO) é uma associação que

tem o teatro como atividade-âncora, promovendo também todo o tipo de artes nas suas diversas expressões, através da criação de espetáculos, festivais e formação. Em 1990 fundou a Companhia de Teatro de Sintra, a primeira companhia profissional do concelho e hoje a mais antiga, e em 2002, o Fio d'Azeite, um grupo profissional de marionetas. Em 2018 ressurgiu o grupo amador, que na década de 80 foi o berço da criação teatral do CO - o Teatro da Meia-Lua - grupo este que suspendeu a sua atividade na década de 90. Por outro lado, na vertente da formação, criou a Mostra de Teatro das Escolas de Sintra, uma iniciativa pioneira e a mais antiga que se realiza em Portugal. Ao longo dos anos foi responsável pela organização de alguns dos maiores eventos culturais no concelho de Sintra e é continuamente reconhecida pelo Ministério de Cultura desde 1994. Em 30 anos, o Chão de Oliva já promoveu 270 Espetáculos / eventos e já passaram mais de 1.100 artistas / grupos pela associação.